Advocacia Cível, Consumidor e Família

Controle de Processos

Notícias e Artigos

Baixada santista recebe a “1ª Jornada Sistêmica”

Evento contou com apoio do TJSP.       A 1ª Jornada Sistêmica da Baixada Santista, idealizada pela juíza Vanessa Aufiero da Rocha (2ª Vara da Família e das Sucessões de São Vicente) juntamente com o médico e psicólogo Roberto Debski, da Clínica Ser Integral, foi realizada nesta sexta-feira (14), no Teatro Guarani, em Santos (SP).  Ao todo, participaram cerca de 240 pessoas e foram apresentados 14 temas por 16 palestrantes e mediadores, especialistas nas áreas do Direito, Medicina, Psicologia e Pedagogia, que explanaram seus temas no contexto central da Família, Saúde e Justiça. O evento foi organizado com o apoio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça de São Paulo e da Associação Paulista dos Magistrados (Apamagis).     Com atividades programadas para o dia todo, a Jornada Sistêmica teve início às 8h30 com a apresentação musical da convidada Rafaela Laranja, que interpretou “Como nossos pais”, de Elis Regina, canção que já prenunciava o objetivo do evento.     Nas palavras da juíza Vanessa Aufiero, a finalidade da Jornada Sistêmica foi “ampliar o nível de convivência das pessoas, mostrar como a filosofia sistêmica pode colaborar para todos os aspectos da vida”. Para a magistrada, estas novas compreensões advindas da filosofia sistêmica, “tem trazido uma nova percepção de que estamos superando a visão reducionista e isolada e estamos muito mais conectados com nossa ancestralidade”.     Esteve presente também o coordenador do Nupemec, desembargador José Carlos Ferreira Alves, que explanou ao público sobre “Novos Paradigmas na Justiça”, destacando em sua fala que “a conciliação e a mediação como opções de solução de conflitos e como ferramentas paras questões que envolvem a justiça sistêmica, com as quais se obtém ótimos resultados não somente em números, mas também em eficácia”. Em seu discurso, o desembargador trouxe ainda uma nova visão da Justiça, mais humana e empática, sensibilizando os ouvintes.     A Casa da Família de São Vicente, inaugurada em 2016, foi tema exposto pela juíza Vanessa Aufiero e pelo juíz Guilherme da Costa Manso Vasconcellos junto aos advogados Jefferson Coelho e Cláudia Regina Mendes Carvalho Ferreira da Silva, as psicólogas Marli Bedin Biazotto e Cristina Palason Moreira Cotrim e Fabiana Cristina Aidar da Silva e a oficial titular do cartório de São Vicente, Ana Paula Goyos Browe. O objetivo do local é a transformação qualitativa das pessoas e do convívio familiar, promovendo a concientização para que possam resolver seus conflitos de forma construtiva e duradoura.     Por volta das 20h30, as yogaterapeutas Adriane Almeida e Nívia Silva conduziram o encerramento da programação com uma apresentação diferente: “Tigelas de cristal, vibrando na frequência do amor”.               imprensatj@tjsp.jus.br
18/06/2019 (00:00)
Visitas no site:  313907
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.